Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DIAL P FOR POPCORN

DIAL P FOR POPCORN

OS FILMES QUE NÃO VAI QUERER PERDER! - MAIO/JUNHO

Terminadas as estreias em atraso dos melhores filmes de 2012 e com os principais festivais europeus prestes a começar (Cannes arranca já dia 15 de Maio!), nos próximos meses vamos ter muito cinema mau, muito filme que não vai justificar o dinheiro do bilhete que vai pagar, muito filme que o vai fazer sentir-se roubado, defraudado e descaradamente enganado. 

Por isso mesmo, decidi juntar aqui alguns dos filmes que, durante os próximos meses, vão passar pelos cinemas portugueses e que, garantidamente, não vai querer perder. Para não confundir o leitor, e também porque algumas das estreias de Julho, Agosto e Setembro ainda estão por confirmar, começo com uma pequena lista com aquilo que poderá contar nos próximos dois meses. Uma aposta pessoal:




THE GREAT GATSBY 
Estreia dia 16 de Maio







BEYOND THE HILLS
Estreia dia 30 de Maio








BEFORE MIDNIGHT
Estreia dia 6 de Junho







STAR TREK - INTO DARKNESS
Estreia dia 6 de Junho







NOW YOU SEE ME
Estreia dia 13 de Junho







THE PLACE BEYOND THE PINES
Estreia dia 27 de Junho







MAN OF STEEL
Estreia dia 27 de Junho


[Trailer] INSIDE LLEWYN DAVIS, dos irmãos Coen


Foi hoje divulgado o primeiro trailer do novo filme dos Irmãos Coen. Chama-se Inside Llewyn Davis e é baseado no livro de memórias de Dave Van Ronk "The Mayor of MacDougal Street". Conta com a participação de Oscar Isaac (no papel de Llewyn Davis), Carey Mulligan, Justin Timberlake, Garrett Hedlund, John Goodman, F. Murray Abraham e Adam Driver. Deverá ter estreia mundial na edição de 2013 do Festival de Cannes.

[ESTREIA] SHUT UP AND PLAY THE HITS

Estreou ontem em Portugal o documentário sobre o último concerto de uma das mais irreverentes e originais bandas da última década, os LCD Soundsystem. Tudo acontece no Madison Square Garden, em Nova Iorque, uma das mais famosas e imponentes sala de espectáculos do planeta. O objectivo do documentário resume-se na frase que serviu de inspiração para a sua criação: "if it's a funeral, let's have the best funeral ever". 
A banda norte-americana despediu-se em grande do seu público e guardou para a posteridade os seus últimos momentos. Num grande ecrã, com um grande sistema de som, teremos certamente festa garantida na sala de cinema.

TEMPORADA 2012/2013 - ANTEVISÃO

A Temporada de 2012/2013 tem tudo para ser a melhor dos últimos largos anos. Aqui fica a lista que, durante as próximas semanas, será cuidadosamente analisada por mim e pelo Jorge Rodrigues. O leitor  que se prepare. Vêm aí semanas de loucura nas salas de cinema.

Life of Pi

Silver Linings Playbook

Argo

Lincoln

Les Miserables

The Master

Beasts of the Southern Wild

Amour

Promised Land

Django Unchained

Moonrise Kingdom

Flight

Zero Dark Thirty

Hitchcock

Anna Karenina

The Sessions

The Impossible

The Best Exotic Marigold Hotel

Cloud Atlas

The Hobbit: An Unexpected Journey

Trouble With The Curve

The Dark Knight Rises

Not Fade Away

The Perks of Being a Wallflower

Hyde Park on Hudson

TEMPORADA 2011/2012 - Dezembro


Depois da primeira crónica ter sido um verdadeiro sucesso (gerou não só uma boa recepção por parte de alguns, como valentes críticas por parte de outros), achei que devia continuar as minhas modestas previsões (se assim se podem chamar) daquilo que serão as próximas semanas nos cinemas portugueses. A minha selecção será unicamente sobre o mês de Dezembro, já que em altura de Óscares, a oferta é tão grande e tão vasta, que de pouco adiantaria fazer uma crónica gigante que rapidamente desmotivaria o interesse do leitor.




Começamos então pela próxima semana. Na próxima Quinta-feira, dia 1 de Dezembro, o leitor pode encontrar em estreia nas salas de cinema, Melancholia, a controversa obra apocalíptica do igualmente controverso Lars Von Trier, um realizador que cultiva amores e ódios por onde passa e cuja polémica atingiu o seu auge na última edição do Festival de Cannes (onde apresentou ao Mundo Cinematográfico este filme) e de onde foi expulso com o rótulo de Persona Non Grata. O trailer do filme deixa-nos a clara ideia de estarmos perante mais um filme à Lars Von Trier, que certamente deixará satisfeitos os seus mais acérrimos fans. Para quem não gosta ou desconheça (e esteja sem paciência para o descobrir) Lars von Trier, talvez Buried, Puss in Boots ou The Debt, sejam boas opções para a próxima semana!




Para a semana de dia 8 de Dezembro, fica reservada uma das grandes estreia do ano em Portugal! Drive, o filme que surpreendeu na edição deste ano do Festival de Cannes com a vitória de Nicolas Winding Refn na categoria de Melhor Realizador e a presença privilegiada numa lista de grandes nomes para a corrida à famosa Palme d'Or, que foi um dos sucessos do ano nos Estados Unido e que terá garantidamente uma gigante interpretação de um dos actores do momento: Ryan Gosling, é uma visita obrigatória às salas de cinema durante o próximo mês! O trailer deixa-nos com água na boca, a banda-sonora (que já tive oportunidade de ouvir) agita-nos e abre ainda mais o apetite daqueles que será, seguramente, um dos melhores filmes de 2011. Para descobrir, dia 8!




Dia 15 de Dezembro o leitor poderá optar por dois filmes distintos. Missão Impossivel: Operação Fantasma marca o regresso de Tom Cruise à pele de Ethan Hunt que, penso poder afirmá-lo, já conseguiu imortalizar na memória dos mais novos, que cresceram com as suas aventuras. É inevitável a minha ida aos cinemas para o ver, embora admita que, para essa semana, esteja marcada para Portugal uma das estreias que mais espero para este ano: Jodaeiye Nader az Simin, com a tradução portuguesa de Uma Separação, é um filme iraniano que causou grande sucesso lá fora, sobre o qual pouco ou nada se ouviu falar em Portugal, mas que eu acredito, seja uma das melhores escolhas cinematográficas da Época Natalícia!




Para véspera de Natal, a 22 de Dezembro, estreará em Portugal Tinker Tailor Soldier Spy, que marcará o regresso aos cinemas de Tomas Alfredson, o realizador que explodiu em 2008 com Låt den rätte komma in. Numa história envolvida em crime e mistério, com um elenco de luxo (Gary Oldman, Colin Firth, John Hurt, Benedict Cumberbatch), Tomas Alfredson tem a oportunidade de provar que o mega sucesso de 2008 não foi um caso pontual e que o enorme culto gerado à sua volta, com a criação de fervorosos grupos de fãs do seu trabalho, não caiu do céu, não foi um mero acaso e que é, actualmente, um dos grandes (senão o maior) nomes do cinema europeu!



Carnage, a mais recente película de Roman Polanski, estreia nos cinemas portugueses no último fim-de-semana do ano. Um final de ano em grande, com um filme repleto de estrelas (Jodie Foster, Kate Winslet, Christoph Waltz e John C. Reilly), que será certamente um dos sucessos de 2011, e que nos conta a história de uma reunião entre dois casais após o desentendimento entre os respectivos filhos numa briga da escola. Conhecendo o trabalho de Polanski e a sua cada vez mais deliciosa capacidade de nos contar histórias repletas de um humor mordaz e subtil, Carnage vai certamente deliciar quem for até à sala de cinema e fazer justiça ao preço do bilhete que subirá mais de 1€ a partir de 2012.



Por último, e antes de terminar a crónica, gostaria apenas de esclarecer que não pretendo, com estas crónicas, falar-vos exaustivamente sobre os filmes que selecciono. Isso fica para os profissionais do negócio que têm oportunidade de ver ante-estreias e frequentar festivais nacionais e internacionais. Faço esta selecção porque a qualidade das salas de cinema, em altura de Óscares, se transforma por completo (3/4 do ano são passados a encher chouriços, para depois se gastarem todos os cartuchos de uma só vez), com grandes obras que surgem semana após semana, e que acabam, inevitavelmente, por confundir o espectador mais desatento. As Temporadas do Dial P for Popcorn são, tanto para mim como (espero) para o leitor, um prático manual, que se limita a esquematizar e seleccionar o que de melhor e realmente valioso vai passar pelas salas de cinema nos próximos tempos. Porque em alturas de crise (e, no futuro, de subida escandalosa do preço dos bilhetes de cinema), vale a pena saber aquilo em que se vai gastar (e investir) dinheiro. E se o leitor optar por algum destes filmes, certamente não sairá defraudado da sala de cinema.