Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DIAL P FOR POPCORN

DIAL P FOR POPCORN

GREEN STREET HOOLIGANS (2005)



"Once you've taken a few punches and realize you're not made of glass, you don't feel alive unless you're pushing yourself as far as you can go."


Hoje apeteceu-me falar de um dos meus filmes favoritos de 2005. Uma das melhores surpresas desse ano que passou quase despercebido por Portugal e foi praticamente ignorado e esquecido pela crítica mundial. Falo-vos de Green Street Hooligans, um dos poucos filmes em que Elijah Wood não faz aquele papel desconcertante de Frodo e em que o podemos ver num registo alternativo, com uma interpretação interessante e numa personagem muitíssimo bem elaborada.



Matt Buckner (Elijah Wood) é um promissor estudante de Harvard, que vê o seu futuro comprometido depois de ser injustamente expulso da famosa universidade devido a uma falsa acusação de posse de cocaína. Decide então fazer uma mudança radical na sua vida e muda-se para Londres, cidade onde vive a sua irmã Shannon.


Aí conhece Pete Dunham (Charlie Hunnam), irmão mais novo do seu cunhado, que o introduz num dos mais obscuros e perigosos ambientes do mundo: Fan incondicional do West Ham, Pete é também um dos principais líderes da claque do clube e, com orgulho, faz parte de um dos mais perigosos movimentos Hooligan de Londres. Com o tempo, Matt é introduzido no grupo e vive uma das mais marcantes experiências da sua vida.


Com uma banda sonora que mistura grandes músicas com os mais carismáticos hinos do futebol inglês (possivelmente, a melhor Liga de Futebol do mundo), Green Street Hooligans é um retrato marcante e cruel da violência futebolística, das motivações por detrás dos temíveis grupos de fans que assombraram não só a Inglaterra, como também a Europa, durante muitos anos, das consequências que actos irrefletidos e irresponsáveis têm em jovens e famílias. É daqueles em que o espectador vai adorar, do início ao fim.


Nota Final:
B+


Trailer:



Informação Adicional:
Realização: Lexi Alexander
Argumento: Lexi Alexander
Ano: 2005
Duração: 109 minutos