Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DIAL P FOR POPCORN

DIAL P FOR POPCORN

100

 
 
 
"Chaplin was not just 'big', he was gigantic. In 1915, he burst onto a war-torn world bringing it the gift of comedy, laughter and relief while it was tearing itself apart through World War I. Over the next 25 years, through the Great Depression and the rise of Hitler, he stayed on the job. He was bigger than anybody. It is doubtful any individual has ever given more entertainment pleasure and relief to so many human beings when they needed it the most."

PERSONAGENS DO CINEMA - THE TRAMP/CHARLOT




"A day without laughter is a day wasted."


É o regresso da crónica mensal Personagens do Cinema ao Dial P for Popcorn. The Tramp, ou Charlot como sempre me habituei a conhecê-lo, é uma das personagens mais marcantes, simbólicas e eternas da história do cinema. Charlie Chaplin, um ser sem igual, com uma inteligência, um humor, uma originalidade tocantes, transformou-se num ídolo de todas as idades e de todos os tempos.


Charlot será, certamente, a sua personagem mais conhecida. Um perfeito anti-herói, retirado dos clássicos russos e adaptado à sociedade do princípio do século XX, foi o ponto de partida para diferentes histórias, que sempre juntaram o amor platónico, o humor de circunstância e as crises sociais de então, de uma forma bela e harmoniosa. Nos filmes de Charlie Chaplin, tudo acontece de uma forma natural, gradual, sem previsibilidade. Os gestos, os trejeitos, o manejar de uma bengala lendária e o eterno cumprimento com o seu característico chapéu, fazem de Charlot uma figura transversal a todas as gerações e aos amantes de todos os géneros cinematográficos.


Modern Times (o meu favorito), City Lights, The Gold Rush, The Circus e inúmeras curtas metragens, são relatos fantásticos da genialidade de um realizador, escritor, produtor e actor que me recuse a comparar com outros. Charlie Chaplin está no ponto mais alto da história do cinema. E recordá-lo é sempre um prazer.