Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DIAL P FOR POPCORN

DIAL P FOR POPCORN

I'M STILL HERE (2010)


É compreensível que "I'm Still Here" leve por tabela com críticas demolidoras por parte dos "famosos críticos" dos Estados Unidos. Afinal de contas, ninguem gosta de ser passado por parvo.


Joaquin Phoenix fartou-se da burocracia de Hollywood. Fartou-se da futilidade, das aparências, do pre-concebido, do politicamente correcto. E decidiu rir-se da malta toda. Juntou-se a Casey Affleck e criaram uma das grandes surpresas de 2010. E a prova de que Joaquin é Grande está no facto de se poder dar ao luxo de gozar desta forma com o sistema. Quanto no final de 2008 anunciou o fim da sua carreira de actor e o início de um projecto RAP, chocou o mundo e levou a milhentas conjecturas por parte dos "intelectuais".


Passados poucos meses, Joaquin aparece em público completamente mudado, completamente transformado. Um homem totalmente diferente do elegante Johnny Cash que certamente conquistou muitos corações pelo mundo ou do imponente Commodus de Gladiador. Era um homem claramente alterado, visivelmente "drogado" e muitos lhe leram a sentença: Joaquin Phoenix era um homem acabado. Pela América fora muitos foram os que se riram dele, do seu rap mal conseguido e das suas aparições em público. Entre elas está a famosa participação de Joaquin no programa Late Show de David Letterman que foi falada, criticada e satirizada um pouco por toda a parte.




Em "I'm Still Here" confudimos muitas vezes o Homem com o Actor. E essa é a grande victória de Joaquin. O seu papel é fantástico, é sem dúvida o melhor, mais importante e mais marcante papel que alguma vez fará. Phoenix encarnou uma personagem, todos os dias, durante quase um ano e, quando em público era necessário ser convincente, nunca falhou. Por tudo o que envolveu, não posso deixar de lhe reconhecer o mérito do seu trabalho e atribuir um A.




O filme acaba por ser um bom filme, que se pode adorar ou detestar, mas que deve ser visto sem entusiasmos. "I'm Still Here" é um documentário sobre uma vida deprimente e uma pessoa perturbada. Não esperem nada de fascinante ou memorável. O filme vale por Joaquin. Felizmente para o cinema que ele contínua por cá.


Nota Final: 
B


Trailer:




Informação Adicional:

Realização:
Casey Affleck
Argumento: Casey Affleck e Joaquin Phoenix
Ano: 2010
Duração: 108 minutos.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.