Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DIAL P FOR POPCORN

DIAL P FOR POPCORN

Falemos de... Lindsay Lohan



Mil problemas pessoais depois, por onde anda o rumo daquela menina ruiva bonita que encantou os espectadores desde tenra idade e que, a meio caminho de se tornar uma das maiores estrelas em potência de Hollywood, decidiu deitar tudo a perder em troca de drogas, de álcool, de más amizades e de fracas escolhas na sua carreira?

Pois é, falemos de Lindsay Lohan. Vinte e seis anos. Uma pessoa vai-se esquecendo do quão nova Lohan ainda é, tal a gigantesca confusão que é a sua vida pessoal e profissional. Muitos já dizem ser a próxima a juntar-se ao "clube dos 27", que ceifou a sua mais recente vítima o ano passado (Amy Winehouse). Tendo em conta o panorama geral, parece-me adequado fazer essas previsões.


As mais recentes notícias de Lindsay Lohan são sobre tudo um pouco, menos sobre a sua carreira: ela é suspeita de roubo de diamantes (link), deve milhares de dólares a muita gente, inclusive ao Chateau Mormont que alberga a sua generosa quantidade de penduras (link), o seu publicista pediu a demissão (link), o pai quer interná-la numa clínica de reabilitação (link), ela falta ao tribunal (link) onde é julgada por repetidamente conduzir embriagada (link e link), mentir à polícia (link) e bater em vários carros (exemplo: link e link) e é condenada a prisão (link e até nisso ela arranjou confusão - aqui), ela discute com a mãe em plenas ruas de Los Angeles (link) e mete-se em brigas sempre que sai à noite (aqui ou aqui), falta ao trabalho inúmeras vezes (uma vez e outra...), entre outros exemplos.  O pai e a mãe também não são nada flor que se cheire (ver aqui ou aqui exemplos clássicos de gente que não devia estar habilitada a ter filhos, quanto mais celebridades como filhos). Resumindo: um desastre, a vida desta rapariga na última meia década. Os últimos dois, três anos em particular têm deixado mossa.


O que é feito, pergunto eu de novo, daquela actriz competente e até carismática que com doze anos protagonizou "The Parent Trap", que me impressionou na virada do milénio em "Freaky Friday" e "Mean Girls", que prometia muito com "Prairie Home Companion", "Georgia Rule" e "Bobby" e que até provou que o seu nome podia ser sucesso de bilheteira com "Herbie"? Será que essa actriz ainda existe? Será que a ambição dela se mantém intacta? E será que a actriz ainda quer ser actriz, ou já pura e simplesmente desistiu de tentar e agora o melhor que ela chegará a fazer é protagonizar alguns telefilmes na Lifetime? Ou será que um dia vamos testemunhar um renascimento de Lohan, à la Mickey Rourke ou Robert Downey Jr?

Que vos parece?
Eu voto que a actriz devia tentar algumas participações especiais em séries, como ela fez já em 2008 em "Ugly Betty" e voltar a cair nas graças dos espectadores (tal e qual Downey Jr. em "Ally McBeal"), porque um "The Wrestler" não surge todos os dias - nem ninguém tem vontade de se chegar à frente para trabalhar com ela, nem por uma hora que seja. Apesar de tudo, acho que ela não tem remédio. São muitos problemas para uma pessoa só lidar.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.