Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DIAL P FOR POPCORN

DIAL P FOR POPCORN

E os Links o Vento Levou


Na senda de outros blogues e sítios, penso que vou começar a fazer uma recolha de notícias, artigos e especiais que ocorrem durante a semana e que, não tendo eu tempo para fazer um realce apropriado, vou cá juntar nesta rubrica semanal de links. Agradecia que me dessem as vossas próprias sugestões, que juntarei aqui se considerar apropriado.

  • "Mistérios de Lisboa" consegue três nomeações nos Golden Satellite Awards, para Melhor Guarda-Roupa, Melhor Direcção Artística e Melhor Filme Estrangeiro. Mesmo que se tenha que relembrar que os Satellites nomeiam quase toda a gente, é uma honra que tenham escolhido o filme português para nomeado. Outra nota de valor: Raul Ruiz ganha postumamente um prémio especial dos Críticos de Cinema de Nova Iorque (NYFCC). [SIC Notícias]
  • Uma lista com alguma idade já mas que vale sempre a pena realcar. No Narrador Subjectivo, podem encontrar a lista dos dez filmes preferidos do Roger Ebert, um dos maiores (quiçá o maior) crítico de cinema da actualidade. [Narrador Subjectivo]
  • Esta semana foram finalmente divulgados mais detalhes sobre a promissora banda sonora de Trent Reznor e Atticus Ross para "The Girl With the Dragon Tattoo" de David Fincher, incluindo a sua curiosa colaboração com Karen O na cover de "Immigrant Song" dos Led Zeppelin. Além do trailer aumentado (8 minutos!), podem aceder a uma 'amostra' de 35 minutos de várias músicas da banda sonora, que ao todo tem três horas. Abaixo vos deixo o meu trecho favorito. [The Film Stage]
 
  • Colin Firth recebeu o seu enésimo prémio por "The King's Speech" nos European Film Awards 2011, que consagrou "Melancholia" como Melhor Filme de 2011, sucedendo a "The Ghost Writer" mas que decidiu cometer a blasfémia de nomear Suzanne Bier o Melhor Realizador de 2011. Não é que a dinamarquesa seja boa - que é - mas na categoria estavam nomes como Kaurismaki, von Trier e Tarr, todos realizadores bem mais arrojados e merecedores de premiação. Tilda Swinton ("We Need to Talk About Kevin") venceu Melhor Actriz, os irmãos Dardenne ("Le Gamin au Vélo") Melhor Argumento e Ludovic Bource ("The Artist") para Melhor Banda Sonora. O que me choca, no fundo, é que alguém tenha achado que Tariq Anwar fez um bom trabalho na edição de "The King's Speech". Que horror. O que compensa: "Chico e Rita" ser Melhor Filme Animado. Muito bem. [Indiewire]
  • No The Parade, confira a lista dos 100 filmes que George Clooney considera seus favoritos. Penso que não ficarão surpreendidos pelo seu excelente gosto cinematográfico. O seu favorito de todos é "All The President's Men". [The Parade]
  • Dois excelentes artigos sobre Meryl Streep, que está na corrida pela sua 17ª nomeação aos Óscares. Um de Nathaniel Rogers, do The Film Experience, que aborda os papéis pelos quais Meryl Streep não foi nomeada aos Óscares; [The Film Experience]
  • E outro de Glenn Dunks, do Stale Popcorn, no rescaldo da vitória da actriz para o Círculo de Críticos de Nova Iorque (NYFCC), que pede a Meryl Streep que opte por ousar mais nas suas escolhas e prefira trabalhar com realizadores mais adequados ao seu enorme talento. [Stale Popcorn]
  • Ainda acerca de Meryl Streep, aqui ficam dois jogos online relacionados com a actriz. Conseguem resolvê-los? O primeiro sobre as nomeações da actriz aos Óscares (aqui) e o segundo (aqui) sobre as actrizes que a bateram. [Sporcle]
  • Já no TVDependente, é altura das "machadadas de Natal". Boas sugestões da equipa do TVDependente em relação a quais séries valem a pena ver e de quais séries mais valia abdicarem. Não concordo com todas e com a disposição de algumas nas categorias, mas na maioria eles têm razão. Depois de mais um ano a ver mais de quarenta séries, além de mais de cem filmes, decidi que metade tinha de ser 'cortada' da minha vida. Mas quando falarmos dos prémios em televisão abordo esse tema. Posso dizer-vos, de qualquer forma, que a série que mais anda na corda bamba para ser 'machadada' cá para estas bandas é "Dexter". A milhas do que já deu. [TV Dependente]
  • Falou-se muito das trocas de apresentador e de produtor para a cerimónia dos Óscares (saiu Brett Ratner e Eddie Murphy, entrou Billy Crystal e Brian Grazer), tem-se falado imenso da regra dos 5 a 10 nomeados para Melhor Filme, mas sobre o que ninguém tem reflectido é sobre a mudança ao anúncio das nomeações: este ano, os filmes nomeados não são anunciados alfabeticamente como é apanágio, com o objectivo de nos apanhar de surpresa. A Sasha Stone abordou o assunto há algum tempo. [Awards Daily]
  • Também via Awards Daily, recomendo que leiam as mesas-redondas dos Óscares. O parente rico do "10 for the Oscars, Oscars for 10", ao que parece. Mesas redondas estão na moda. [Awards Daily]
  • Com algumas semanas de existência nas redes sociais e na Internet mas ainda a tempo de cá vir figurar no blogue: 13 modas de posters que estão para ficar. Algumas merecem crítica; outras nem por isso.  [Oh No They Didn't!]
  • Outra história já com alguns meses: o documentário do making-of dos momentos finais de filmagem da saga Harry Potter. "When Harry Left Hogwarts". Vou querer ver, claro. [Close Up]
  • Finalmente, como é hábito no The Hollywood Reporter, voltamos a ter as entrevistas com actores, actrizes, realizadores e argumentistas. A de actores conta com Clooney, Nolte, Oldman, Plummer, Brooks e Waltz. Um excelente grupo de actores, que discute temas desde a morte, o desemprego e a fama. A de actrizes é composta por Williams, Theron, Spencer, Davis, Mulligan e Close e é de longe a mais interessante, colorida e divertida. Charlize Theron, em particular, está a começar a assumir lugar preponderante no meu coração. Genial. O grupo de realizadores é formado por Jason Reitman, Bennett Miller, Michel Hazanavicius, Alexander Payne, Steve McQueen e Mike Mills. O de argumentistas ainda não tem vídeo completo. Quando tiver, cá o colocarei. [The Hollywood Reporter]





    Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.