Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DIAL P FOR POPCORN

DIAL P FOR POPCORN

ATTACK THE BLOCK (2011)




É o sucesso inglês do ano. O grande candidato aos BAFTA de 2011 mas que, curiosamente, não teve praticamente repercussão internacional. E, depois de ver o filme, é fácil perceber o porquê. Attack the Block é um filme mediano. E quando um filme é mediano, não aquece nem arrefece. Achei-o um pouco monótono, um pouco mortiço, um pouco sonolento. É uma ideia engraçada, não o nego. O oportunismo com que apareceu associado aos tumultos de Londres, fê-lo entrar num comboio de sucesso para o qual, à partida, não estaria preparado.


Tudo se passa num bairro social, onde um grupo de jovens utiliza os assaltos violentos para garantir a sua subsistência. Quando a jovem Sam regressa a casa e é atacada pelo gang liderado por Moses, um objecto estranho aparece do nada e cai em cima de um carro. O estrondo da queda permite a fuga de Sam e capta a atenção dos jovens que, ao perceberem que se trata de um alien, decidem mostrar a sua força e exercer a sua autoridade. A morte deste estranho animal traz consigo a desgraça do bairro social. O gang começa a ser perseguido por animais monstruosos e demolidores e vê-se a braços com uma guerra entre dois mundos, utilizando todos os artifícios à sua disposição para se defenderem.



Até podem achar o argumento interessante, mas eu considerei o filme bastante entediante e, até, medíocre. Não é o melhor do ano em Inglaterra. Nem estará certamente entre os cinco melhores.

Nota Final:

C+


Trailer:





Informação Adicional:

Realização:
Joe Cornish
Argumento: Joe Cornish
Ano: 2011
Duração: 88 minutos