Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DIAL P FOR POPCORN

DIAL P FOR POPCORN

Séries - It's Always Sunny in Philadelphia




É actualmente a minha série favorita da televisão americana!

Depois da desgraça que foram as duas últimas temporadas de Entourage, It's Always Sunny in Philadelphia iniciou há poucas semanas a sua sexta temporada, para delícia dos seus incondicionais fans. Uma lufada de ar fresco na comédia americana (da qual não sou nada fan), criada por Rob McElhenney que, com o auxílio da sua mulher Kaitlin Olson, de Charlie Day e Glenn Howerton escrevem, realização, (muitas das vezes) produzem e protagonizam esta brilhante série.


De um humor negro sublime, toda a história gira à volta de um bar, ao estilo Irish Pub, que é gerido por Mac (Rob McElhenney), Charlie Kelly (Charlie Day) e pelos irmãos Dee Reynolds (Kaitlin Olson) e Dennis Reynold (Glenn Howerton), sem grande movimento ou lucro e que parece destinado aos mais bizarros acontecimentos.


Sendo que todos eles têm um lado idiota (alguns mais do que outros), Mac é filho de um ladrão que cumpre pena na prisão. Parece marcado por uma infância um pouco traumática, sendo uma pessoa muito impulsiva, imaginativa e decidida. Como todos os outros, todas as suas ideias estarão (quase) sempre votadas ao fracasso. Dee Reynolds é um lado feminino bastante invulgar. Como mulher que é, tem necessidades e pontos de vista naturais da sua condição que frequentemente são ridicularizados e ostracizados pelos três companheiros. Dennis Reynolds é a cara bonita desta série. Com uma auto-estima interminável e um ego do tamanho de Philadelphia, tenta frequentemente colocar em prática os seus dotes de galã e todas as teorias que facilmente é capaz de idealizar.


Por fim, a minha personagem favorita da série: Charlie Kelly! Que personagem! Felizmente ainda existe nos Estados Unidos imaginação suficiente para criar uma personagem tão carismática. Charlie Day é o Perfeito Anormal. É a cereja no topo do delicioso bolo que é It's Always Sunny in Philadelphia. Quando o vejo, facilmente me recordo do Jeff, a quem me rendi na série britânica "Coupling".

A partir da segunda temporada, entra em cena Danny DeVito, no papel de Frank Reynolds (pai de Dee e Dennis), que encarna uma das melhores personagens da sua carreira. Foi uma grande aquisição, que trouxe ainda mais valor a esta série!


Com episódios de vinte a trinta minutos e histórias independentes de episódio para episódio, It's Always Sunny in Philadelphia é um vício! Um vício saudável e que vos recomendo vivamente! Assim que começarem a ver... não vão conseguir parar!





Não resisto a deixar-vos aqui o teaser de apresentação que passou nas televisões americanas e que é, por si só, a demonstração da criatividade e irreverência que existe em It's Always Sunny in Philadelphia: http://www.youtube.com/watch?v=RSJGro_iZPs&p=AAFB2D69A1CF9381&playnext=1&index=21 (não consegui incorporá-lo, portanto terá que ficar assim!)

5 comentários

Comentar post