Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DIAL P FOR POPCORN

DIAL P FOR POPCORN

Personagens do Cinema - Jim Stark



Era para ter feito esta homenagem no dia, mas falhou-me e portanto só acabo por fazê-la hoje: um dos maiores ícones cinematográficos da última década, James Dean, faria 80 anos esta semana se estivesse vivo. Infelizmente, o rebelde mais talentoso da história do cinema foi levado de nós cedo demais, deixando para trás uma obra impressionante mas muito pequena.

Apenas três filmes que se tornaram iconicamente associados a este ídolo dos anos 50: "Giant", "East of Eden" (o meu favorito pessoal) e "Rebel Without A Cause" (o papel que o tornou uma estrela). Só o segundo foi lançado quando Dean era vivo - e toda a gente pensava que ele teria uma grande carreira. Com a sua morte em acidente em 1955 e o lançamento de "Rebel Without a Cause", nasce a lenda. Solidificada com mais uma grande interpretação em "Giant".


É deste "Rebel Without A Cause" que vem a nossa Personagem do Cinema desta semana, Jim Stark. Jim Stark era James Dean. Um jovem perturbado, incompreendido, com falta de identidade, que se metia em sarilhos por tudo, que chega a uma nova cidade e procura fugir aos rótulos e confusões do passado. Com uma raiva insustentável que o ultrapassa, torna-se desde cedo mais do que óbvio que  Jim não consegue escapar à rotina de outros tempos, arranjando novos inimigos - e uma nova paixão. Uma boa interpretação, a adivinhar uma carreira recheada de prémios e elogios - se esta tivesse mesmo existido.

Quanto ao filme, este não é nada de impressionante, mas é social e culturalmente influente. Trouxe toda uma nova abordagem ao que é ser jovem, ao poder de rebeldia e liberdade da juventude, à força de expressão da sua opinião. O filme acaba por funcionar como uma espécie de baluarte, um hino à classe jovem e James Dean o seu herói maior: no fim de contas, quantos de nós não gostaríamos de, nem que fosse por um dia, rebeliarmo-nos só porque sim?