Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DIAL P FOR POPCORN

DIAL P FOR POPCORN

HARRY POTTER AND THE DEATHLY HALLOWS - PART 1 (2010)




Eu detesto aqueles fãs de Harry Potter que vão para o cinema com o livro todo decorado a contar o que está e o que não está nos filmes. O que está como não está no livro, o que não está e tinha que estar. Eu detesto esse tipo de fanatismo. Detesto, porque um filme não é um livro e, como tal, a sua adaptação tem que ser, obviamente, fiel mas também prática e adaptada às capacidades de um filme.

Dito isto, penso que neste último filme essa crítica recorrente não se poderá aplicar. A divisão em duas partes foi, claramente, uma óptima escolha da equipa de David Yates. Nunca um filme de Harry Potter foi tão profundo de pormenores e tão fiel à história de um livro.

Considero importante referir que é muito mais um filme de graúdos do que um filme de miudos. Por força das circunstâncias da história, o novo filme de HP tem um lado muito intenso de suspense bem conseguido e com alguns momentos que farão, certamente, muita gente saltar na cadeira. É um filme muito negro, muito sombrio e que faz justiça aos tempos de desordem e terror vividos na história do sétimo livro de HP.


Daniel Radcliffe é (e sempre será) um péssimo actor e continua a ser, como em quase todos os filmes, a pior parte deste bom filme. O rapaz não nasceu para ser actor, não nasceu para representar um papel intenso e com tanta personalidade como o de Harry Potter. Emma Watson e Rupert Grint também não são fantásticos, mas sempre trazem algo de positivo para o trio que monopoliza toda a história desta primeira parte, que nos fala das aventuras dos três feiticeiros na busca de um dos quatro últimos horcruxes que é necessário destruir para matar de vez Lord Voldemort (Ralph Fiennes). O final foi bem escolhido e não me deixou aquela mágoa pelo filme estar dividido ou vontade de querer de imediato ver a segunda parte. Gostei.


No entanto, "Harry Potter and the Half-Blood Prince" continua a ser o meu favorito desta saga e, sinceramente, não acredito que a segunda parte deste ultimo capítulo me consiga fazer mudar de opinião. Confesso que tenho algum receio que a obcessão de transformar a segunda parte numa disputa titânica entre Harry Potter e Voldemort e que tudo gire à volta dessa ideia. Se a parte dois estiver ao nivel da parte um, David Yates deu um final muito digno a toda esta aventura.


Nota Final:
B

Trailer:



Informação Adicional:
Realização: David Yates
Argumento: Adaptação de Steve Kloves
Ano: 2010
Duração: 146 minutos

5 comentários

Comentar post