Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DIAL P FOR POPCORN

DIAL P FOR POPCORN

DAFA 2010: Melhor Canção Original



Bem-vindos à primeira edição dos Dial A For Awards, a cerimónia de prémios de cinema do nosso blogue, Dial P For Popcorn. Iremos revelar, categoria a categoria, os nossos seis nomeados e três vencedores entre aqueles que foram, para nós, os melhores filmes de 2010.


Para não começar logo com os prémios mais importantes (há que trabalhar um pouco para o suspense, pessoal - mas prometo que as nossas listas dos melhores filmes do ano estão quase aí - esperemos que antes dos Óscares, de preferência) e até porque já fiz a minha análise à música e às bandas sonoras do ano, são essas as três categorias por onde vamos começar. 

A primeira das quais é Melhor Canção Original. Como avisado na introdução, temos seis nomeados, que vou deixar por cá durante o dia para que possam opinar acerca do seu valor. E no final do dia eu actualizo isto e coloco os vencedores.

Então, sem mais demora, os primeiros nomeados:


"You Haven't Seen The Last of Me", BURLESQUE
"Me & Tennessee", COUNTRY STRONG - #2
"Sticks & Stones", HOW TO TRAIN YOUR DRAGON - #1
"Chanson Illusionist", L'ILLUSIONISTE
"I See The Light", TANGLED - #3
"Mother Knows Best", TANGLED


Não tivemos assim muitas grandes canções este ano - a maior quantidade delas veio do musical BURLESQUE e, se bem que interessantes, a única com verdadeira qualidade para integrar a lista é a portentosa balada de Diane Warren para Cher, "You Haven't Seen The Last of Me", que funciona como um aviso desesperado da proprietária Tess ao mundo, que ela não vai a lado nenhum, que não desiste. Outro dos nomeados veio do outro filme com toque musical este ano, COUNTRY STRONG, que tinha três boas músicas para escolher - dessas, a que se destaca, para mim, é "Me & Tennessee", escrita por Chris Martin. Consegue ter uma batida country forte sem ser bem uma música desse estilo, muito mais viva, próxima de uma música pop e que funciona bastante bem para a cena do filme em questão. "Sticks & Stones" é pura alegria; contagiante, inocente e leve, faz-me sonhar com aventura, com vôos altos, com felicidade - combina na perfeição com o tom de HOW TO TRAIN YOUR DRAGON. "Chanson Illusioniste" é, apesar de não parecer, uma música alegre. Sylvain Chomet trata-nos a uma obra melancólica como nunca em L'ILLUSIONISTE, mas um dos meus grandes prazeres a ver o filme é esta música, que é impossível não trautear em certas partes. Finalmente, temos o duo de TANGLED: a Disney lá conseguiu a proeza de não arruinar com o vilão da história e proporcionou-nos um momento de genial diversão com "Mother Knows Best", que nos apresenta a deliciosa Mother Gothel; e dá-nos uma das melhores cenas do ano, em que tudo o que este filme tem de bom a oferecer se conjuga em "I See The Light".



Acima vos deixei as seis músicas escolhidas e agora pergunto: para vocês, qual ou quais as músicas do ano?


5 comentários

Comentar post