Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DIAL P FOR POPCORN

DIAL P FOR POPCORN

A Angústia do Blogger Cinéfilo: Grande Final


Depois da aventura que foram aqueles renhidos quartos-de-final contra o Keyzer Soze's Place, vencidos no prolongamento (com um resultado esclarecedor, mas enganador), eis que voltamos a ter mais do mesmo na meia-final vencida, por uma unha, à fantástica equipa do Shut Up and Watch the Movies, do amigo Projeccionista. Foi de novo um resultado enganador (27-13) e de novo um recorde de votos. 

Estamos então na final. Queria desde logo endereçar felicitações aos dois adversários que ficaram pelo caminho, dois excelentes competidores que para mim tinham todo o mérito de ter chegado ao final. Agradecer ainda ao CINEdrio pela acolhedora forma como organizou a 2ª edição deste torneio e que deixa em apuros quem irá ter que tomar as rédeas no próximo ano, para organizar uma edição do mesmo nível.

A final disputa-se entre a nossa equipa do Dial P For Popcorn e a poderosa equipa do Caminho Largo e mais uma vez o DPFP FC não parte como favorito, uma vez que esta equipa tombou o gigante CINEdrio, organizador do evento, e o Rick's Cinema, também outro grande favorito. Contudo, o DPFP FC adora um desafio e como tal estamos prontos para a luta. Num gesto de fair play, desejamos ao Caminho Largo boa sorte no confronto - que já decorre. E, claro, que vença o melhor.

Se pretenderem saber mais do torneio podem fazê-lo aqui e para um voto informado têm a descrição detalhada da equipa e da táctica tanto do Dial P For Popcorn (aqui) como a do Caminho Largo (aqui) para ler.

Grande Final: 
(a preto) Dial P for Popcorn vs. Caminho Largo (a azul)

Miyazaki. Yimou, Polanski, Cronenberg, Kar-Wai. Uma defesa de sonho, que qualquer clube gostaria de ter. Criativos e sólidos, inteligentes e fortes. De uma enorme experiência e competência, com variados sucessos. Da nossa parte, ao defrontar estes titãs, só esperamos que Almodovar, Gilliam, Paul Thomas Anderson e Haynes estejam em dia inspirado. A magia tem que aparecer, até porque aquele meio-campo seguríssimo com Eastwood, Herzog e Scorcese, senhores com muita chama  e pinta, promete fazer do simples acto de chegar à defesa algo difícil.  

A fraqueza do adversário, se existir, estará possivelmente no ataque, que precisa da inspiração das suas individualidades para fazer mossa. E pelo que se tem visto, a forma de Lynch, Kusturica e Tarantino tem deixado a desejar. Pelo contrário, Haneke, von Trier, Leigh e Resnais estão claramente no seu pico de forma e a sua longevidade poderá ser crucial nesta batalha no nosso meio-campo defensivo. 

Pede-se ainda a Soderbergh que tenha um dia bom, porque terá que ser ele a segurar as pontas se a equipa quebrar. Prevejo que o jogo vá depender do que faça o meio-campo de cada uma das equipas e, claro, do comportamento defensivo das duas duplas. Será certamente um jogo intenso, um jogo que entreterá e desafiará seguramente os talentos dos treinadores Ozu e Buñuel e neste confronto em particular, tendo em conta o jogo explosivo que promete ser, Luis Buñuel irá sobressair mais as suas capacidades de motivação e inspirará os jogadores - esperemos - a superarem-se.

Por tudo isto, e mais uma vez, não se esqueçam de votar aqui (barra lateral esquerda) ou directamente aqui. As votações terminam amanhã, por isso votem com afinco e rapidez.